Conheça Nossos Tratamentos

Tenha acesso a todos os tratamentos que oferecemos em nossa clínica dermatológica para deixar sua pele sempre linda.

Termografia Médica

O diagnóstico por emissão de raios infravermelhos emitidos pelo nosso corpo é um método moderno, não invasivo e complementar na avaliação de diversas patologias clinicas.  O exame é totalmente indolor e não implica na emissão de radiação pelo equipamento. O principal destaque neste tipo de exame é a avaliação das dores musculares que não são identificadas por outros métodos diagnósticos.

O meu interesse pelo assunto iniciou-se com a avaliação da dor que se segue ao Herpes zoster – a neurite pós-herpética – tão comum na prática dermatológica.  Hoje sabe-se que é possível através da termografia médica suspeitar dos casos nos quais a virose causada pelo herpes pode originar esta neurite que traz tanto dano para a qualidade de vida da pessoa acometida.

Quando realizamos o exame do corpo total observamos co-morbidades, isto é, identificamos outros pontos de dor por problemas posturais, vasculares, neurológicos, entre outros. Além disto, com este exame é possível acompanhar a cicatrização de feridas, queimaduras, avaliar casos de problemas da articulação têmporo-mandibulares.

Os termogramas são enviada por telemedicina para especialistas em dor dos mais renomados serviços brasileiros, possibilitando uma avaliação segura e ampla.

www.infraredmed.com

Tratamento de Manchas

IPCA – Indução Pecutânea de Colágeno

O melasma é um problema de pele no qual manchas de cor acastanhada aparecem na face (podem aparecer também no colo e braços) que com a exposição solar escurecem.  Esta condição é mais comum nas mulheres principalmente as morenas.

O tratamento inclui o uso de filtro solares de amplo espectro – que protejam contra o ultravioleta A, B e luz visível. A utilização de filtros inadequados pode facilitar o agravamento das manchas, por isso, a escolha do dermatologista é muito importante. Os produtos ideais são opacos e exigem o uso continuo e diário.

Nós, dermatologistas, utilizamos medicações clareadoras que atuam nos receptores que formam a pigmentação da pele – a melanina – mas nem sempre estes medicamentos sozinhos são capazes de deixar a pele uniforme.  Atualmente, um tratamento desenvolvido por um dermatologista brasileiro (dr. Emerson Lima) veio ao encontro de um desejo antigo de nossas pacientes de ter uma pele sem manchas. Este tratamento chama-se IPCA (Indução Percutânea do Colágeno) e é realizado no consultório em uma ou duas sessões com intervalo mensal. O desconforto da aplicação é atenuado com o uso de anestésico tópico prévio. A esta sessão segue-se os cuidados necessários em casa para tornar os resultados mais duradouros. A principal vantagem em relação aos outros métodos de tratamento no consultório é que esta terapia pode ser realizada em peles mais morenas e utilizadas nas cicatrizes de acne e estrias.

Infelizmente não conhecemos todo o mecanismo da formação do melasma, por isso, a vigilância constante e a recomendação de proteger-se adequadamente do sol ainda são necessários para manter a pele clara e bonita.

Tratamentos de Cicatrizes e Queloides

BBL (broad band light) ou o laser Nd:YAG long pulse 1064

As cicatrizes variam de acordo com o tipo de pele e a doença ou tratamento que a provocou, por isto o tratamento aplicado para amenizar o problema é individualizado. Assim, quando a cicatriz é vermelha, rica em pequenos vasos sanguíneos são empregados o BBL (broad band light) ou o laser Nd:YAG long pulse 1064. Cicatrizes com perda de pele  podem ser tratadas com  laser co2 fracionado. Já nos casos em que há aumento da cicatriz (cicatriz hipertrófica ou queloide) pode ser necessária a associação dos lasers com a  infiltração de medicamentos.

A avaliação deve ser cuidadosa e individual e acompanhada de uma proteção solar adequada ao nosso clima ensolarado.

Tratamento de Varizes da Face

Remoção de varizes da face com laser (telangiectasias)

As varizes da face são geralmente decorrentes da exposição solar crônica ao longo da vida, da presença de rosácea ou do uso prolongado de retinoides tópicos ou substancias que provoquem inflamação na pele. Aparecem como vasos pequenos de cor vermelho vivo com o formato tortuoso , que se distribuem principalmente no queixo, no nariz e nas regiões malares (bochechas).

A remoção de varizes da face pode ser realizada com BBL (Broad Band Light) ou laser Nd:YAG pulso longo. Em ambos os casos o cromóforo alvo é a hemoglobina. A BBL é utilizada nos pacientes mais claros com fototipos de I a III quando este recurso é geralmente empregado naquelas pessoas com rosto com sardas, ou melanoses solares tornando possível com um único tipo de procedimento tratar os efeitos do fotoenvelhecimento.

Já o laser Nd:YAG pode ser usado em todos os tipos de pele, inclusive nas morenas e negras. Engana-se quem pensa que as varizes da face são um privilegio das pessoas mais claras, pois como a nossa população tem grande variedade genética, podemos herdar os problemas de pele mais diversos. Assim não é raro uma pessoa morena apresentar varizes na face.

A pele deve estar limpa antes do procedimento e o uso do filtro solar é mandatório pois uma das causas destas telangiectasias é o sol.

Tratamento de Micose da Unha com Laser

Laser Nd: YAG

Atualmente existe um interesse crescente em tecnologias de fototerapia para o tratamento local de infecções por fungos e bactérias. Uma destas tecnologias é o laser Nd:YAG com um comprimento de onda de 1064nm, capaz de atravessar a lamina da unha e atingir o seu leito, resultando num aquecimento do material fungico. A exposição do fungo a altas temperaturas inibe o seu crescimento e causa dano e morte celular. Este laser atua também em algumas bacterias comuns dos pés e que podem infectar as unhas em conjunto com os fungos.

Neste método de tratamento não há contato da ponteira do equipamento com a unha ou a pele, o que resulta num procedimento limpo, simples e de acordo com as normas sanitárias. O esquema de tratamento é composto inicialmente por duas ou três sessões com intervalo de 2 a 4 semanas. De acordo com o crescimento das unhas, da intensidade da onicomicose, as sessões complementares são realizadas com intervalos de 15 dias, 1 mês ou 3 meses, e o acompanhamento deverá ser realizado até o crescimento total da unha, o que pode levar até um ano. Este método contudo deve ser acompanhado de medidas de higiene para evitar a recontaminação e as unhas adoecerem novamente, principalmente por contato com tesouras e alicates não esterilizados. A lavagem das meias deve ser feita com água quente e a higiene dos calçados deve ser diária.

Luz Intensa Pulsada

Fotorejuvenescimento, acne, melanoses solares

A luz intensa pulsada é indicada no tratamento do fotoenvelhecimento. A luz é emitida por uma lampada especial e passa por um filtro de safira, escolhido de acordo com o alvo do tratamento. O sistema especial de resfriamento da ponteira propicia um tratamento seguro pois reduz o calor transmitido para pele.

Os vários filtros permitem o tratamento de sardas e melanoses solares, além de pequenos vasos da face, deixando a pele macia e uniforme. Indicado no tratamento de manchas solares nas mãos, pele da face oleosa ou com poros abertos, pessoas com o rosto ou pescoço avermelhado (poiquilodermia).

As sessões permitem também a redução gradual dos pelos indesejáveis sendo util do tratamento da face, virilhas e axilas.

Os tratamentos podem ser realizados em qualquer época do ano, desde que a pele não esteja bronzeada.

Toxina Botulínica – Botox®

Rugas de expressão da face

O uso da toxina botulínica (“botox”) com a finalidade cosmética iniciou-se no início da década de 90. Atualmente este medicamento é largamente utilizado. Os resultados foram gradativamente melhorando com o aprimoramento do conhecimento da anatomia e fisiologia dos músculos faciais.

Indica-se este tratamento quando se almeja atenuar as linhas de expressão causadas pelos movimentos repetitivos da musculatura facial, uma vez que o medicamento atua promovendo o relaxamento muscular. Esta ação é conseguida através da denervação química seletiva de algumas fibras musculares, de forma a obtermos um efeito temporário e reversível.

O envelhecimento da face não se deve apenas as rugas dinâmicas, por isto muitas vezes há necessidade de associar outros tratamentos para se obter melhor resultado. Um rosto mais relaxado e tranqüilo pode ficar mais agradável se tratarmos as manchas, a textura da pele, o viço e a flacidez.

História

O isolamento das toxinas botulínicas foi iniciado em 1920 pelo dr. Herman Sommer, e o seu uso médico iniciou em 1950 e o seu valor terapêutico foi demonstrado em 1973 com a utilização da toxina botulínica A (BTX-A) em músculos extra-oculares em macacos. Em 1979 foi aprovada pelo FDA (órgão que fiscaliza e regulamenta o uso de medicamentos nos Estados Unidos) prata o tratamento do estrabismo e depois para o blefaroespasmo (em 1985). A aprovação pelo FDA americano para o tratamento de rugas da testa ocorreu em 2003.

A BTX-A vem sendo utilizada para o tratamento dos casos de nistagmo, torcicolo, distonia espasmódica e outras doenças que causam disfunção muscular, inclusive fissuras anais.

O uso cosmético ocorreu a partir de 1987 quando a dra. Jean Carruthers ao tratar um blefaroespasmo idiopático benigno verificou um relaxamento das rugas glabelares (entre as sobrancelhas). A partir desta observação foram desenvolvidos estudos desenvolvidos por vários pesquisadores, cujos resultados permitiram a expansão do uso da BTX para tratar o pescoço, os pés-de-galinha e o excesso de sudorese nas axilas e nas mãos. Atualmente utiliza-se também como coadjuvante no tratamento de cefaléias e enxaquecas.

Como atua

A neurotoxina botulínica atua evitando a liberação de acetilcolina através da membrana do nervo pré-sináptico na junção neuromuscular de fibras musculares estriadas, provocando a paralisia flácida do músculo. Entre os subtipos de toxina, o tipo BTX-A parece a ser a mais potente.

Os músculos voltam a funcionar cerca de 2 a 5 meses após a injeção dependendo da dose administrada, por isto, repete-se as aplicações após uma avaliação prévia do (a) paciente. A aplicação repetida pode causar certo grau de atrofia muscular, o que permite um intervalo maior entre as aplicações. Observa-se uma melhora das rugas de expressão algumas vezes por um período maior do que um ano, mesmo sem repetir o tratamento. Estas rugas geralmente apresentam-se menos intensas do que antes da primeira aplicação.

Depilação por Luz Intensa Pulsada

Tratamento de pelos indesejaveis

A depilação a laser baseia-se na destruição fototérmica do pelo pigmentado. A melanina presente no pelo e responsável por sua coloração escura é um cromóforo, um pigmento natural que é destruído seletivamente. Este é o motivo pelo qual é mais eficaz para pelos grossos e escuros, e é pouco eficiente ou ineficaz para pelos finos ou brancos.

As áreas mais procuradas para tratamento são nas mulheres as áreas das axilas, virilha, pernas, face e os homens para as áreas do peito, costas, ombros, pescoço, orelhas e face.

Avaliação

A avaliação inicial da pessoa é fundamental para a indicação adequada para a epilação. Investiga-se a razão do excesso de pelos que pode ser resultante da genética (fator familiar), do uso de medicamentos (fenitoína, ciclosporina, cortisona ou penicilamina), de doenças (da tireóide, câncer metastático e má nutrição), de alterações hormonais (ovário policístico), cirurgias. A historia da pessoa incui suas expectativas, o uso de medicamentos, história de cicatrizes, tratamentos anteriores, infecções locais (inflamações nos pelos, herpes), alterações hormonais, exposição recente ao sol e os hábitos diários. Portadores de vitiligo ou psoríase podem não ser bons candidatos ao tratamento, pois existe o risco de piora das lesões. As infecções ou problemas hormonais devem ser tratados antes do início das sessões.

Tratamento

O tratamento é possivel quando a haste pigmentada está presente junto com a raiz do pelo, por isto, recomenda-se que não haja a retirada dos pelos no período anterior a sessão de tratamento com laser. Os pelos podem ser cuidadosamente aparados, nunca arrancados com cera, pinça ou aparelhos de depilação. Antes da sessão os pelos podem ser removidos com lâminas de barbear ou cremes depilatórios.

A proteção solar da área a ser tratada deve preceder as sessões de tratamento, além disto, o médico poderá prescrever medicação despigmentante para pacientes morenos ou que tenham pigmentação provocada pela exposição solar anterior.

A sessão deve ser suspensa ou adiada se houver exposição solar prévia, pois a melanina presente em maior quantidade e mais superficialmente facilita as queimaduras. O folículo danificado é eliminado nas primeiras semanas após o tratamento e pode ser confundido como crescimento do pelo. O intervalo entre as sessões é em média 30 a 45 dias quando os pelos começam a crescer.

Laser de CO2

Retirada de manchas, flacidez das pálpebras Rejuvenescimento completo

A luz do laser penetra na pele fazendo micro pontos (“dot” – dermal optical thermolisis) que vaporizam a pele e aquecem o colágeno estimulando a cicatrização, consequentemente estimulando a produção de fibras colágenas e elásticas.

Este tipo de tratamento é o ideal para peles com sinais de fotoenvelhecimento que apresentam rugas (rítides) superficiais, manchas provocadas pelo sol(melanoses solares) e redução da elasticidade (flacidez). Ocorre renovação do tecido dérmico por isto é indicado o tratamento das cicatrizes de acne e as estrias. A tela computadorizada permite ao dermatologista controlar o espaço entre os pontos e a profundidade do tratamento de acordo com o caso. Deve-se evitar a exposição solar, prevenir infecções (bacterianas, fúngicas ou virais), e seguir rigorosamente as recomendações do medico retornando para o acompanhamento periódico. A avaliação prévia é fundamental para esclarecer o esquema de tratamento, e determinar o número de sessões necessárias para cada caso. Um maior número de sessões pode ser necessário nos casos em que a pele está muito danificada pela irradiação solar.

Eletrocoagulação de Lesões Cutâneas

Retirada de pequenos nevos, ceratoses, verrugas

A eletrocirurgia é indicada para fazer dissecação, fulguração e coagulação de pequenas lesões cutâneas. Este tipo de equipamento é utilizado há mais de 60 anos e vem passando por diversas evoluções ao longo destes anos, permitindo um trabalho mais suave com menos dano à pele envolta da lesão tratada. Este tratamento permite a retirada delicada de vários tipos de lesões, como as verrugas e os nevos.

Hidradermoabrasão

Rejuvenescimento facial inovador

A hidradermoabrasão é um procedimento que combina a microdermoabrasão sem cristais com a aplicação pneumática de sérum com antioxidantes.

Há quase duas décadas, a microdermoabrasão é considerado um procedimento seguro e eficaz para o rejuvenescimento facial não ablativo. Trabalhos clínicos e histológicos realizados demonstraram a redução das linhas finas e hiperpigmentação, redução dos poros e melhora da textura da pele, além de reorganização da estrutura celular da derme papilar. Outras modalidades de tratamento  como a luz pulsada e os peelings químicos foram associados com a microdermoabrasão com o intuito de melhorar os resultados.

O conhecimento adquirido nas décadas passadas auxiliou no desenvolvimento desta técnica que combina a drenagem linfática, microdermoabrasão sem cristais, com a aplicação pneumática de ativos com substancias utilizadas nos peelings químicos superficiais e a infusão de sérum rico em polifenois antioxidantes, além dos leds vermelho e azul .  A reunião dos tratamentos num único procedimento de cerca de 20 minutos, propicia a limpeza da pele com remoção dos cravos (tecnicamente chamados de comedões), redução dos poros, da pigmentação da pele e um brilho imediato, não alcançado pelos tratamentos aplicados isoladamente.

A hidradermoabrasão pode ser feita antes de uma maquiagem para uma festa pois prepara a pele, devolvendo sua vitalidade, como também fazer parte de um esquema de tratamento de rejuvenescimento não invasivo com 6 sessões realizadas com intervalo de 10 a 15 dias.  O tratamento pode ser realizado épocas do ano, inclusive no verão, ativando o colágeno e fibroblasto estimulando a cascata de remodelação dermica.  Enfim, reduz o fotodano e melhora a qualidade da pele sem dor ou tempo de recuperação.

© Copyright - Dra. Claudia Sá | Dermatologista